Um Blog em Quadrinhos


Um pistoleiro chamado Jonah Hex by Francisco

Detalhe da capa Jonah Hex #23, de Luís Dominguez - CLIQUE AQUI PARA FAZER O DOWNLOAD DESTE WALLPAPER
Ele foi criado pelo escritor John Albano e o excelente desenhista Tony de Zuñiga. Em suas primeiras histórias seu rosto mal aparecia no início da trama pois ele tinha uma grande cicatriz do lado direito do seu rosto e isso o tornava um personagem misterioso que assustava quem cruzava o caminho do pistoleiro. Jonah Hex vagava pelo Velho Oeste acompanhado de um fiel lobo chamado Mandíbula de Ferro. Mas o bichano morreu logo nas primeiras histórias. Sombrio, violento, justiceiro, Jonah Hex tinha um nome temido pelos bandidos. E agora vai virar filme pelas mãos do diretor Jimmy Hayward.

As duas imagens que ilustram este texto são papéis de parede que podem ser baixados para seu computador. O wallpaper de cima é um detalhe da capa da revista Jonah Hex n°23, de abril de 1979 e foi desenhada por Luís Rodriguez. A edição trazia a história The Massacre of the Celestials! que foi escrita por Michael Fleisher com desenhos de Dick Ayers (lápis) e Romeo Tanghal (arte-final). Este de baixo é uma remontagem de um quadrinho da história O Serviço de Cem Dólares (The Hundred Dollar Deal), escrita por John Albano e desenhada por Tony de Zuñiga. Esta é a segunda aventura de Jonah Hex e foi publicada originalmente na revista All-Star Western, n°11, de maio de 1970. No Brasil ela foi publicada pela Ebal na revista Reis do Faroeste em Cores, n°10, de julho-agosto de 1973.
CLIQUE AQUI PARA FAZER O DOWNLOAD DESTE WALLPAPER



Cheyenne, um dos Reis do faroeste by Francisco

Cheyenne - Clique para baixar este wallpaper
A imagem acima é um papel de parede que fiz a partir de um desenho retirado da história A Oeste do Rio, publicada no primeiro número da revista Reis do Faroeste, 3ª série, publicada em janeiro de 1970 pela Editora Brasil-América (Ebal ), que na época comemorava 25 anos de existência. A publicação trazia as aventuras de Cheyenne, um cowboy interpretado por Clint Walker na série de TV de mesmo nome (lançada nos Estados Unidos em setembro de 1955). O personagem permaneceu na revista até a edição número 25, publicada em janeiro de 1972.
Para ler mais sobre Cheyenne e os Reis do Faroeste, clique aqui. Para iniciar o download do papel de parede acima, basta clicar nele.




Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 42 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: