A arte e a poesia de Ratatouille


Quando me refiro a críticos de uma forma geral e de cinema, especificamente, sempre digo que eles são uns chatos de galocha. É claro que isso é uma brincadeira, afinal nunca vi nenhum crítico usar galocha; já os vi de sapatos, tênis, chinelos, mas galochas, nunca. Comento isto, porque Ratatouille traz à tona a discussão da arte em confronto com a arrogância de quem se acha acima dela. E da humildade que todo grande crítico deve ter em suas análises. É o caso do jornalista Luiz Carlos Merten que tem um blog que deve ser visitado e lido por todas as pessoas que gostam de cinema. Assista a essa pequena obra prima do cinema de animação da Disney-Pixar e depois (ou antes, como quiser) Emileleia o texto Ratatouille e o Crítico que ele publicou em seu blog.

Aproveite para baixar estes papéis de parede. Basta clicar nas imagens para ampliá-las. Se você quiser baixar mais papeis de parede do filme Ratatoille, clique aqui e aqui.

Um comentário sobre “A arte e a poesia de Ratatouille

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s