Kirk-Spock-McCoy, a trinca de ases!

CLIQUE AQUI PARA FAZER O DOWNLOAD DESTE WALLPAPER
Minha amiguinha trekker, a jornalista Cristina Nastasi, me escreveu um outro e-mail (o primeiro e-mail pode ser lido aqui) depois de assistir pela segunda vez ao ótimo filme do J.J. Abrams. Publico aqui a mensagem que ela me enviou porque concordo com ela em gênero, número e degrau! :>) É isso:

“Fui ver o filme de novo e confesso que saí apaixonada do cinema. Tem uma ou outra coisinha que eu dispensaria ou colocaria de outra maneira, mas… damnit! O filme é bom pra burro e não tem como ser perfeito. Vou ver de novo.

Depois da sessão de ontem, sentamos pra conversar sobre o filme (uns 7 trekkers). Parecia até um episódio de The Big Bang Theory!!! Depois de 17 ANOS voltei a me apaixonar por Star Trek. A última vez que vibrei assim foi com Star Trek 6. Depois odiei sete anos de NG, ignorei solemente DS9 e Voyager e me decepcionei profundamente com Enterprise (e queria gostar muito por causa do Scott Bakula, que eu amo). Disso tudo, a única coisa boa que me rendeu foi meu beaglezinho… Vou acender um menorah pro JJAbrams (afinal, é judeu) por esse milagre de reacender minhas velhas chamas da paixão (baixou um Wando em mim…).  Não tem jeito: Star Trek pra mim é KIRK-SPOCK-MCCOY! E fim de papo.”

A imagem acima é um papel de parede que fiz com um dos posteres de Star Trek divulgados. Nele Kirk e Spock estão em destaque, mas não colocaram a imagem de McCoy… Talvez porque nesta nova visão de J.J.Abrahms todos são muito importantes, inclusive Checov!

10 comentários sobre “Kirk-Spock-McCoy, a trinca de ases!

  1. Carlos Machado disse:

    Também adorei o filme, pois já vi 4 vezes e levei um susto pois não lembrava que a Cristina Nastasi não apreciava as demais séries. Faz tempo que não falo com ela e gostaria de reatar o contato.
    Agradeceria uma ajuda.
    Grato e parabe´ns elo Blog.
    Carlos Alberto Machado de Curitiba.

  2. Fatima Romani disse:

    Francisco, também quero retomar contato com a Cris há séculos!!!! Dê meu e-mail pra ela, por favor, no tempo das cartas a gente se escrevia “missivas” de 10 paginas, ida e volta….
    Gente, eu quero o e-mail dela, ou qualquer outro meio de me comunicar com ela! E os assuntos que rolavam não eram só ST, tinha muita coisa mais, problemas semelhantes, amizade mesmo,, pra valer, gosto dela demais!

  3. Wilson Maffetano disse:

    Cris Nastasi disse isso? Não acredito! Conheço-a há 25 anos e, sabendo de sua cultura e inteligência, jamais achei que ela pudesse vir a admirar algo que vai totalmente contra a vontade do ÚNICO E VERDADEIRO cridor de Star Trek, o saudoso Grande Pássaro da Galáxia, Mr. Gene Roddenberry.
    Não posso criticar o filme, pois não o assisti e nunca pretendo fazê-lo. Li o roteiro e achei deplorável a “lambança” que o Sr. JJA fez com o universo de Star Trek e jamais poderei aceitar o que ele e a Paramount fizeram.

    • Francisco disse:

      Calma Wilson! Cada pessoa tem direito a ter uma opinião… Eu até duvidei do J.J. mas acho que ele conseguiu fazer um ótimo trabalho, a despeito de tudo o que vc falou. Dá uma olhada no filme… não vai doer tanto assim…

  4. Wilson Maffetano disse:

    Onde lê-se “cridor”, leia-se “criador”… consequência do choque e descrença ao ler essas palavras de alguém que considerava uma das vozes importantes de Star Trek neste país.

  5. Leonardo Bussadori disse:

    Mais um aqui que procura incansavelmente pela pequena Nastasi! mande meu contato pra ela, please!! Entendo perfeitamente o que ela diz sobre se apaixonar pela “nova” série. Ainda estamos convivendo com a franquia. Se por um lado o novo filme virou uma espécie de Trek-for-teens, ao menos não deu chance para que isso acontecesse daqui 20 anos por produtores que jamais vão entender o quanto Jornada foi importante pra nossa geração. Tenho medo de pensar que viverei para (não) ver refilmagens de Caçadores da Arca Perdida ou Blade Runner…

  6. Givaldo disse:

    Eu sempre gostei de todas as séries derivadas de Star Trek, inclusive a mais recente, pena que durou tão pouco. Eu não considero o que JJ fez uma lambança, ficaria muito difícil levar para as telas um filme de qualidade se ele precisasse ficar amarrado à cronologia da série.
    O universo de Jornada nas Estrelas estava precisando de um novo impulso para que novos fãs perpetuem essa febre que já dura há tantos anos. Há lugar para todos!
    Vida longa e próspera!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s